PISCINA MAIS SEGURA, DIVERSÃO SAUDÁVEL!

A Sociedade Brasiliera de Salvamento Aquático destaca algumas medidas que podem evitar acidentes envolvendo crianças em piscinas residenciais:

– Brinque na água e ensine a criança a boiar a partir dos 6 meses de idade, aulas de natação a partir dos 2 anos. Não deixe seu filho sozinho na piscina ainda que ele saiba nadar.
– Se precisar afastar-se da piscina para atender um telefone, campanhia ou mesmo pegar uma toalha, leve sempre seu filho com você.
– Incentive o uso de coletes salva-vidas para crianças menores e pessoas sem conhecimento de natação. Evite o uso de bóias de braço, pranchas, pneus e bolas, elas transmitem falsa impressão de segurança.
– Evite brinquedos próximos à piscina, isso atrai muito as crianças e aumenta o risco.
– O acesso deve ser restrito, mantenha a piscina isolada das crianças com uso de cerca ou grade transparente e use um portão que tenha uma tranca automática a uma altura que seu filho não possa abrir sozinho.
– Tenha um sistema anti-aspiração de cabelo e corpo, e sempre que utilizar a piscina, mantenha a bomba desligada.
Aos adultos:

– Não permita mergulhos de cabeça em locais rasos.

– Evite ingerir bebidas alcoólicas e alimentos pesados antes do banho de piscina.

– Não permita competições de prender a respiração embaixo da água.

– Lembre-se de contratar um guarda-vidas se você for fazer uma festa com piscina em sua casa.

Fonte: SOBRASA

(Matéria retirada do Blog da Hidroall)

por MAIRA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *